Entre em contato
fatocomentado@bol.com.br Por: Tiago Mesquita

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Dica de Livro: 1808

  Comprei um livro ao qual tive muito gosto pela leitura .O livro 1808 escrito por Laurentino Gomes que narra a fuga da Família Real portuguesa para o Rio de Janeiro.

  D. João VI foi o único soberano europeu a colocar os pés em terras americanas em mais de quatro séculos, e foi quem transformou uma colônia em um país independente.

  No entanto, seu reinado no Brasil padece de um relativo esquecimento, e quando lembrado, é tratado de forma caricata, como no filme de Carlota Joaquina, de Carla Camurati.

  Mas o Brasil de D. João VI não se resume a graçolas. A fuga da Família Real para o Rio de Janeiro ocorreu num dos momentos mais apaixonantes e revolucionários do Brasil, de Portugal e do mundo. Guerras napoleônicas, revoluções republicanas e escravidão formaram o  caldo no qual se deu a mudança da corte portuguesa e sua instalação no Brasil.

  O propósito deste livro, resultado de dez anos de investigação jornalística, é resgatar e contar de forma acessível a história da corte portuguesa no Brasil e tentar devolver seus protagonistas à dimensão mais correta possível dos papéis que desempenharam duzentos anos atrás. Os personagens podem ser, sim, inacreditavelmente caricatos, mas isso é algo que poderia dizer de todos os governantes que os seguiram, inclusive alguns muito atuais. 

  Recomenda-se Ler o livro 1822 que é basicamente uma continuação da história que narra a partida de D. João IV e o Governo de Seu filho D. Pedro I. 

  O livro dividido em 29 Capítulos narra toda a trajetória da família real ao Brasil, sua saída de Portugal a invasão das tropas Francesas de Napoleão à chegada a salvador e Rio de Janeiro e faz uma descrição minuciosa de como eram  as cidades e a população local que na maioria eram escravos. Narra toda a transformação do Brasil entre outros fatos importantes. 

Autor: Laurentino Gomes
Editora: Planeta do Brasil
2011

Por: Tiago Mesquita
Comunique erros - Fale conosco - Sugestões - Remoção



Nenhum comentário:

Postar um comentário